O R Mariano Advogados é altamente especializado em casos que investigam crimes ocorridos de competência da Justiça Federal. O escritório atua de maneira consultiva e no contencioso criminal em geral em casos de Crimes Federais, atuando tanto em procedimentos investigatórios (Inquéritos Policiais) junto a Policia Federal e Ministério Público Federal, bem como judicialmente na Ações Penais Públicas e Privadas nos Tribunais Regionais Federais do país e também em Recursos nas Cortes Superiores – Supremo Tribunal Federal e Superior Tribunal de Justiça.

Nossa atuação em Crimes Federais compreende:

Crimes contra a Ordem Tributária;

Crimes contra o Sistema Financeiro Nacional;

Crimes contra o Mercado de Capitais;

Crimes contra a Ordem Econômico-Financeira;

Crimes contra as Finanças Públicas;

Estatuto do Estrangeiro;

Crimes de Licitações;

Crimes de Lavagem de Dinheiro;

Crimes de Sonegação Fiscal;

Crimes de Evasão de Divisas;

Crimes de Telecomunicações;

Crimes contra o Meio Ambiente;

Crimes Apropriação Indébita Previdenciária;

Crime de Associação Criminosa;

Crime de Estelionato;

Crimes de Preconceito ou Discriminação;

Crimes praticados por funcionário público Contra a Administração Pública: (Peculato; Inserção de dados falsos em Sistema de Informação; Modificação ou alteração não autorizada de Sistemas de Informações; Extravio, sonegação ou inutilização de Livro ou Documento Público; Emprego irregular de Verbas ou Rendas Públicas; Concussão; Excesso de Exação; Corrupção passiva; Facilitação de Contrabando ou Descaminho; Prevaricação; Condescendência Criminosa; Advocacia Administrativa; Violência Arbitrária; Violação de Sigilo Funcional; Violação de Sigilo de Proposta de Concorrência);

Crimes praticados por particular contra a Administração Pública em Geral: (Usurpação de Função Pública; Resistência; Desobediência; Desacato; Tráfico de Influência; Corrupção Ativa; Descaminho; Receptação; Contrabando; Impedimento, Perturbação ou Fraude de Concorrência; Inutilização de Edital ou Sinal; Subtração ou Inutilização de Livro ou Documento; Sonegação de Contribuição Previdenciária;

Crimes praticados por particular contra a Administração Pública Estrangeira: (Corrupção Ativa em transação comercial internacional; Tráfico de influência em transação comercial internacional);

Crimes contra a Administração da Justiça: (Denunciação Caluniosa; Comunicação falsa de crime ou contravenção; Autoacusação falsa ou autocalúnia; Falso testemunho ou falsa perícia; Corrupção ativa de testemunhas; Coação no curso do processo; Exercício arbitrário das próprias razões; Fraude processual; Favorecimento Pessoal; Favorecimento real; Introdução de aparelho de comunicação em Estabelecimento Prisional; Exercício arbitrário ou abuso de poder; Fuga de pessoa presa ou submetida a medida de segurança; Evasão mediante violência contra pessoa; Arrebatamento de preso; Motim de presos; Patrocínio Infiel; Patrocínio simultâneo ou tergiversação; Sonegação de papel ou objeto de valor probatório; Exploração de prestígio; Violência ou fraude em Arrematação Judicial; Desobediência de Decisão Judicial sobre perda ou suspensão de direito);

Crimes de Abuso de Autoridade;

Crimes de Invasão de Terras da União;

Crimes contra Prefeitos;

Crime de Tráfico transnacional de Drogas;

Crime de Tráfico Internacional de Armas de Fogo;

Crime de Tráfico de Pessoas;

Crimes de Organização Criminosa;

Crimes contra a Organização do Trabalho;

Crimes cometidos a bordo de Navios e Aeronaves;

Crimes previstos em Tratados e Convenções;

Crimes Políticos;

Crime de Moeda Falsa;

Crimes de Extração Ilegal de Minérios;

Crimes contra o Serviço Postal;

Disputas sobre Direitos Indígenas;

Crime de Envio Ilegal e Tráfico de Menores;

Crimes previstos na Lei nº 10.446/2002 (Crimes de Repercussão Interestadual ou Internacional);

Dentre outros.